Salmo 121 – Interpretação do Texto Hebraico

Shir lama`alot. Esa einai el heharim:
Um Cântico às Subidas. Ergo meus olhos para as montanhas:

Me’ayin yavo ezriy?

“De onde virá meu socorro?”

Ezriy me’im HaShem

Meu socorro é de YHWH (Hashem),
ose shamaim va’aretz.
Que fez céus e Terra.
Al yiten lammot raglecha
Não permitirá o tropeçar (para baixo) dos seus pés
al yanum shomerecha.

Não cochilará o seu Guarda

Hineh,

Eis aqui,
lo yanum velo yiyshan shomer Yisrael.

Não cochilará e não dormirá o Guarda de Israel!

HaShem shomerecha

YHWH (HaShem) é o teu Guarda
HaShem tsilecha al yad yeminecha.

YHWH ( HaShem) é tua sombra a favor da tua mão direita.

Yomam hashemesh lo yakeka

De dia o sol não influenciará,
veyareach balailah.
e a lua à noite.

HaShem yishmorcha mikol ra’ah
YHWH(HaShem) te guardará de todo mal
yishmor et nafshecha.
Guardará (para sempre) tua alma.
 
HaShem yishmor tsetcha ubo’echa
YHWH ( HaShem) guardará teu sair e teu chegar
me’ata ve’ad olam.
De agora e até eternamente.
 

 

Curso Formação em Teologia antigo bacharel livre de teologia
Curso Formação em Teologia não exige nenhum pré-requisito para se matricular.
 

Exegese do Texto Hebraico- Tehilim 121

 
Este Salmo é o segundo de um grupo de 15 Salmos (120 a 134) que eram usados pelos peregrinos nas subidas para as festas em Jerusalém. Chamados também de Cânticos de Ascenções, eram um meio de preparação espiritual e fortalecimento da fé na longa e muitas vezes perigosa viagem que o povo fazia para cultuar ao D’us vivo.
As próprias dificuldades já eram um meio de crescimento espiritual.
O segredo da boa jornada era primeiro “erguer os olhos para as montanhas” alimentando a esperança de estar lá em paz por causa do Guarda de Israel, que não dorme muito menos cochila.
Nos tempos antigos as viagens pelo deserto não eram muito seguras, haviam muitos bandidos e saqueadores, mas o YHWH é o Guarda daqueles que Nele confiam.
 

Quanto ao texto hebraico temos informações valiosas:

Este cântico se difere dos outros da série (120 a 134) por começar com Shir Lama’ot שִׁיר לַמַּעֲלוֹת
Cântico às Ascenções, e não ShirHama’ot שִׁיר הַמַּעֲלוֹת Cântico das Ascenções. Denota mais uma referência a todas as jornadas que o justo pode fazer em sua vida em direção ao Altíssimo. A busca é o crescimento espiritual decorrente da confiança no Guarda que não descansa.
שִׁיר, לַמַּעֲלוֹת “Cântico de Subidas” ou Ascenções, “subida” no plural ensina que são várias as ascenções que o justo realiza em direção a D’us para o seu crescimento espiritual;
אֶשָּׂא עֵינַי, אֶל-הֶהָרִים “Ergo os meus olhos para as montanhas”, o fato de levantar os olhos para cima e contemplar os altos de Jerusalém, nos faz esquecer dos distúrbios ao nosso redor que esvaem as nossas forças e impede-nos de seguir;
מֵאַיִן יָבֹא עֶזְרִי “De onde virá o meu socorro?” A pergunta é na verdade uma busca da alma aflita. O mundo e os poderes terrenos nos leva à dúvida e enfraquecem a fé;
עֶזְרִי מֵעִם יְהוָה “O meu socorro é de YHWH”, revela-se na resposta quem pode oferecer o socorro; “ezriy”עֶזְרִי, também “meu auxílio” ou “minha ajuda”, o Nome Santíssimo YHWH, não citado pelos judeus, é o Único que tem esse poder;
עֹשֵׂה שָׁמַיִם וָאָרֶץ “Que fez os céus e a terra”, aqui o verbo “ose” de “fazer”, e não “criar”(barah) usado em algumas traduções. Céus em hebraico é sempre uma palavra no plural, afirmando sua extensão sem limites.Não existe no hebraico a palavra “céu” como no português;
אַל-יִתֵּן לַמּוֹט רַגְלֶךָ “Não permitirá o tropeçar dos seus pés”. Esse tropeçar de pés ou pernas de “reguel” se refere ao cair abaixo dos degraus já subidos, por isso coloquei a expressão “para baixo”, pois ela é reforçada pela palavra לַמּוֹט, ou seja, na jornada espiritual deve-se andar com os olhos sempre erguidos para cima, sem se preocupar com o que há no caminho, pois o Guarda de Israel é quem cuidará para que não haja tropeço.
אַל-יָנוּם שֹׁמְרֶךָ “Não cochilará o teu Guarda.”, sufixo pronominal possessivo no final: “teu Guarda”;e יָנוּםdo verbo cochilar;
הִנֵּה“Eis aqui”
לֹא-יָנוּם“Não cochilará וְלֹא יִישָׁן שׁוֹמֵר יִשְׂרָאֵל e não dormirá o Guarda de Israel”, יִישָׁן do verbo dormir,
יְהוָה שֹׁמְרֶךָ“YHWH é o teu Guarda”
יְהוָה צִלְּךָ עַל-יַד יְמִינֶךָ“YHWY” é a tua sombra sobre a tua mão direita”,ondeעַל denota “sobre”, ou “a favor” ou “em cima” da tua mão direita,
יוֹמָם הַשֶּׁמֶשׁ לֹא-יַכֶּכָּה וְיָרֵחַ בַּלָּיְלָה“De dia o sol não influenciará e a lua de noite”, talvez יַכֶּכָּה
vem de estrela (“KOKAV”), denotando a influência dos astros sobre as pessoas. De fato, a influência do sol e da lua na vida dos povos no Mundo Antigo era muito considerada, pois eles regiam as estações e os mares, e por isso serviam de guia para as lavouras, para a pastagem dos gados e para a pesca. Evitava-se viagens em determinadas estações muito quentes ou de estiagem. Tudo isso está abaixo do poder do Guarda de Israel.
יְהוָה יִשְׁמָרְךָ מִכָּל-רָע
יְהוָה יִשְׁמָרְךָ מִכָּל-רָע, יִשְׁמֹר אֶת-נַפְשֶׁךָ“YHWH te guardará de todo mal, guardará tua alma.”,ondeרָע mal eנַפְשֶׁךָ “tua alma”.
יְהוָה יִשְׁמָר-צֵאתְךָ וּבוֹאֶךָ “YHWH guardará teu sair e teu chegar”; não existem no texto original verbos no infinitivo “sair” e “chegar”, mas uma forma incompleta deles, sem lamed, com o sufixo de posse para a segunda pessoa do singular. Por isso a proposta de tradução “teu sair e teu chegar”, pois D’us é o Guarda dos movimentos para a saída e para a chegada.
מֵעַתָּה, וְעַד-עוֹלָם “De agora e até eternamente”

 


Israel Ins tute of Biblical Studies

Israel Ins tute of Biblical Studies

Hebraico é a nossa especialidade!

Shalom,Você já parou para pensar sobre o significado da palavra Amém? Ou o motivo pelo qual a nação de Israel se chama Israel? E como o nome Jesus profetizou seu papel como o Messias? A característica mais marcante do idioma Hebraico é que nada acontece por acidente.

Cada nome, cada som e cada história têm uma explicação e significado especial. Descubra como aprender a descobrir sozinho os significados do Hebraico Bíblico!


Descubra
Sinceramente,
Anita Samuel
Diretora de Matriculas,
IsraelBiblicalStudies.com

Fonte: Tela Hebraica
Prof.ª Gláucia Vilela

Bibliografia:
1.A Torá Viva – O Pentateuco e as Haftarot – Anotado por Rabino Aryeh Kaplan- Editora Maayanot;
2.Tehilim – Salmos Tradutores: Adolph Wasserman & Chaim Szwertszarf; McKlausen Editora; RJ.
3.Dicionário Português Hebraico e Hebraico Português – Abraham Hatzamri e Shoshana More-Hatzamri – ed. Sêfer

3 comentários em “Salmo 121 – Interpretação do Texto Hebraico

  • א׳ באב ה׳תשע״ט (2 de agosto de 2019) em 20:47
    Permalink

    Você copiou e colou um artigo de minha autoria, que está registrado há mais de vinte anos. Plagiou o meu texto. Isso é crime.
    Tenha o prazer de sentar e estudar pacientemente as Escrituras e terá as próprias iluminações. Mazal Tov.

    Resposta
    • כ״ג באלול ה׳תשע״ט (23 de setembro de 2019) em 01:14
      Permalink

      Não plagiamos , nós colocamos os créditos do artigo , citamos as fontes: e colocamos suas referencias biográficas .

      Resposta
  • י׳ באלול ה׳תשע״ט (10 de setembro de 2019) em 20:30
    Permalink

    muito bom gostei muito amo o hebraico biblico .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *